31 outubro 2008

Nem as Esquadras da Polícia escapam

Na Rua Augusto Rosa (à Praça da Batalha) está este edifício onde funcionava o antigo Governo Civil do Porto, agora transformado numa Esquadra de PSP. No piso superior pode ver-se o estado vergonhoso das janelas, a cair de pôdres e sem vidros. Quando falam em dignidade do Estado, os governantes não estão de certeza a referir-se às condições de trabalho das forças de segurança do Porto. Isto, é miserável!
Posted by Picasa

28 outubro 2008

Pinto Bessa II eIII

Posted by Picasa

Rua de Pinto Bessa (1)



Duas fotos do mesmo prédio (de 1914), com enquadramentos diferentes. A de cima, revela a respectiva envolvente.
Posted by Picasa

27 outubro 2008

Av. dos Combatentes

O objectivo primeiro deste espaço não é mostrar ao Mundo as belezas urbanísticas da cidade do Porto, mas antes as que se perdem e deixam arruinar.

Alternadamente, é bom dar a conhecer o lado positivo do urbanismo, ainda que tal não traduza a realidade social do todo portuense. A quantidade de edifícios degardados é muita e envergonha os tripeiros mais sensíveis e orgulhosos.

Estas casas para gente mais abonada, economicamente falando, servem para atenuar um pouco o espectáculo desolador das imagens que aqui serão reproduzidas com mais frequência.

Sá da Bandeira

Na Baixa do Porto, é, na minha opinião, a rua onde a (boa) arquitectura mais se faz notar. Opinião de um leigo, claro...

Nota: Ah, ia deixar passar um pormaior: a importância das árvores neste enquadramento


Posted by Picasa

26 outubro 2008

Santa Catarina


A imagem da esquerda mostra o buraco onde antes era uma bela casa, já demolida por via de uma explosão por acidente doméstico.
Agora, é só contar os anos , ou descobrir durante quantos mais esta imagem se manterá.
Posted by Picasa

25 outubro 2008

Nas imediações de Serralves

Posted by Picasa

Palácio do Comércio


Ainda na Rua Sá da Bandeira, o já histórico edifício do Palácio do Comércio.

Quando se aposta na competência, obras como esta são intemporais.

22 outubro 2008

21 outubro 2008

Rua Aníbal Cunha




Não sei se já não estará na hora de me fazer pagar por este trabalho que devia ser da responsabilidade do Estado... Mas, com quem terei que falar? Com o Sr. 1º Ministro ou com Sua Exa. o Sr. Presidente da República? Quanto é que vale este trabalho? Uma avença ou um vencimento?
Posted by Picasa